Lição de Amor

Pois, nosso poeta Zininho
tinha na casa uma cadela
e uma ninhada de gatinho

que se alimentava nela.

Ele olhava com seu carinho,
admirando aquela aquarela,
que pintava o seu caminho,

espiava pela sua janela,

ia compondo o seu Ranchinho,
ao passo que os olhos dela
se lhe voltavam de mansinho.

(Nano-poema de Pedro Bertolino/Fpolis./ 07.02.013)
Do meu livro “Cancioneiro da Ilha”, Fpolis./ 2013/ Benúncia Editora!

Nosso poeta Zininho

Veja mais na página de Pedro Bertolino no Facebook

Deixe uma resposta