Foto Histórica do Clube Doze em Coqueiros

Amigos de Coqueiros, bairro de Florianópolis, publicamos aqui uma imagem que deverá emocionar muitos moradores, pelo seu valor histórico e sentimental. Quem viveu a época dos anos 70, aqui em Coqueiros, poderá lembrar-se de como era o Clube Doze, que ainda era chamado por alguns moradores, pelo antigo nome: Coqueiros Praia Clube.

clube doze coqueiros florianopolis

Essa imagem foi cedida para o nosso blog pelo ex morador de Coqueiros, Onei Tadeu Dutra, que contou que possivelmente está na foto, jogando futebol no campinho. 🙂 

Outra história que o Onei contou pra gente foi que o único telefone público que existia em Coqueiros estava localizado no Praia Clube. Então, como era um produto de status social, as pessoas que o utilizavam, colocavam a roupa mais chique para fazer a ligação.

São muitas as histórias, que estamos buscando resgatar para que fique para sempre, para todos os que não conhecem e para os que ainda virão. Precisamos contar a nossa história, pois é somente ela que nos diferencia de outros lugares do mundo. A cultura de cada região é única, em meio a tanto produto que provém da globalização. Então, estamos solicitando a todos os leitores deste blog que enviem fotos antigas de Coqueiros  e região, com a data e um relato.

Assim, poderemos nos reconhecer hoje e sempre, através do nosso passado, de nossa história e do que trazemos na memória.

Quer enviar uma foto antiga? É só escrever para floripacoqueiros@gmail.com

Participou dessa época do Praia Clube? Comente aqui!

Coqueiros agradece!

Tempos idos, que acordam cada vez que se olha uma imagem, um cheiro, um som ou um sonho.

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

4 comentários em “Foto Histórica do Clube Doze em Coqueiros

  1. Esse campinho ficava anexo a casa de meu tio CICI, funcionário do Clube Doze e um dos moradores mais conhecidos da época… Muitas tardes passamos correndo atrás da “redonda” em “peladas” inesquecíveis… Cada vez que um time perdia o consolo era dar um “quengo” na Praia da Saudade…

Deixe uma resposta