Casa do Padre Élio é arrombada em Coqueiros

Hoje pela manhã, recebemos uma mensagem da secretária Rosa Maria Albino Paris, da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, no bairro de Coqueiros, em Florianópolis, que informava que a casa do Padre Élio Luis Grings havia sido furtada ontem por volta das 19h.

Foto: Viva Coqueiros
Foto: Viva Coqueiros

Rosa escreveu sobre o ocorrido:

Gostaria de saber se é possível divulgar que ontem, dia 11/09, às 19h, arrombaram a casa do Padre da Igreja de Coqueiros, enquanto este presidia a missa. Isso seria um alerta para todos, pois nem a casa de um sacerdote respeitam mais.

Rosa relatou que o arrombamento foi seguido de furto de diversos pertences, além do relógio do Padre, que tem um valor afetivo.

Conversamos com o Padre Élio que disse que os ladrões entraram pelo portão da frente da casa, quebrando o cadeado.

Casa Padre Arrombada em Coqueiros Florianopolis
Foto: Viva Coqueiros

Em seguida, dirigiram-se aos fundos, onde arrebentaram a maçaneta da porta, entrando na casa.

Casa Padre Arrombada - Coqueiros Florianópolis

O relato de Rosa e do Padre Élio levantou novamente a questão dos arrombamentos seguidos de furtos às casas em Coqueiros. Conforme Padre Élio, muitas casas de minha rua foram assaltadas, e os moradores estão apavorados, buscando se proteger. Muitos, com medo, colocaram as casas à venda.

A questão que fica é a de os moradores deverão tomar certos cuidados em relação à segurança. A busca pela proteção parece uma ação comum a todos na região.

Viva Coqueiros!

Florianópolis, Santa Catarina.

2 comentários em “Casa do Padre Élio é arrombada em Coqueiros

    1. A minha casa também foi invadida . Tem um acampamento de craqueiros na frente do Clube 12 na Praia da Saudade.
      Entraram pelas casas que estão abandonadas , ao lado da minha e chegaram ao meu telhado. Prejuízo de mais de 20 mil reais em objetos e dinheiro.
      O proprietário das residências se faz de morto, o Clube 12 também. A polícia não atua e nós ficamos ao Deus dará !!
      Pela primeira vez em 30 amos estou pensando em sair daqui!
      Não podemos permitir que acabem com o bairro mais lindo e mais agradável de Florianópolis .

Deixe uma resposta