Por Rodrigo Kiko Bungus Ferreira *

O saudoso trampolim da Praia da Saudade, localizado no bairro de Coqueiros, em Florianópolis, foi construído ali pelo fim da década de 50 e início da década de 60, uma vez que ficou em construção durante anos. Localizado bem em frente ao antigo Praia Clube, unidade de veraneio dos sócios do Clube 12 de Agosto, num tempo em que Coqueiros se transformava no ponto mais badalado da juventude da cidade e turistas da época.

Trampolim Coqueiros Florianopolis

Competições de natação e mergulho envolviam o trampolim até a década de 70, quando Coqueiros começou a assistir sua decadência em decorrência da poluição crescente de suas águas. Ele ainda continuou sendo muito usado até meados da década de 80, mesmo com as águas circundantes estando totalmente poluídas. A partir daí sua estrutura começou a colapsar e hoje restam apenas frangalhos submersos e o que resta de sua base.

Trampolim da Praia da Saudade em Coqueiros
Foto: Viva Coqueiros

Hoje os restos do antigo trampolim estão escondidos pela água turva e provocam graves ferimentos em banhistas desavisados.

O trampolim passou por reforma recentemente, onde acrescentaram corrimões metálicos, mas não é nem de longe a estrutura original que saltava aos olhos de quem passava

Foi publicado no DIÁRIO OFICIAL de 01/04/2014 o DECRETO Nº 12.852 de 20 de março de 2014 que TOMBA COMO PATRIMÔNIO PAISAGÍSTICO E CULTURAL A ORLA DE COQUEIROS E DE ITAGUAÇÚ, juntamente com as pedras conhecidas como “Pedras de Itaguaçú”, além preservação do antigo Trampolim da Praia da Saudade, que deve ser restaurado.

Esse trampolim fez parte importante da minha infância, está vinculado a memória boa de alguns verões e ao surgimento de ótimas amizades, num tempo em que a cidade respirava mais harmonia e menos cheiro de esgoto.

Trampolim da Praia da Saudade em Florianopolis
Foto: Viva Coqueiros

Quem sabe a água limpa retorna com a restauração do nosso querido trampolim!

rodrigo-kiko-bungus-ferreira* Rodrigo Kiko Bungus Ferreira é manezinho nascido na Carlos Corrêa em 1968, morador da Rua Bento Góia em Coqueiros, Florianópolis, no tempo que o bairro tinha muito mais ruas de chão do que pavimentadas, muito mais áreas verdes do que construídas e as águas das baías eram limpas. Biólogo formado em 98 na UFSC, surfista há 34 anos, fabricante de pranchas de surf há 26 anos, viajante desde 94, ambientalista, fotógrafo e empresário do ramo da gastronomia. Luto por tudo que amo, e tenho a total certeza de que a educação, a conscientização e os bons exemplos são os melhores caminhos pra fazer um mundo melhor pra todos.

 Matérias Relacionadas

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Siga o blog do Viva Coqueiros e receba, em primeira mão, as matérias publicadas aqui. Todas as quintas, a coluna do Kiko estará na ativa, para falar de Coqueiros e região, e de temas diversos sobre a nossa vida.