Por Rodrigo Kiko Bungus Ferreira *

Acho que já é de conhecimento de todos que nossos mares se tornaram verdadeiros depósitos de lixo, sendo o destino de toda a sujeira que é levada pelo sistema de drenagem das ruas (geralmente com ligações de esgoto clandestinas), de nossos córregos e rios igualmente poluídos e mesmo levados pelo vento ou jogado de embarcações.

Lixo na Praia
Foto: Kiko Bungus Ferreira

As praias, estuários (lagoas, mangues e banhados salinos) e costões são as áreas onde todo esse lixo acaba encalhado na costa e se não é recolhido por empresas de limpeza urbana, ficam depositados ali no ambiente num lento processo de decomposição que pode levar séculos, enquanto ficam liberando lentamente toxinas que afetam flora e fauna.

Lixo Praia Florianópolis
Kiko Bungus Ferreira

Como cidadãos consumidores, nós temos o dever moral de dar destinação correta ao lixo que produzimos, seja fazendo a triagem do lixo doméstico pra reciclagem e tentando diminuir o consumo de embalagens, seja ajudando em ações de limpeza do ambiente natural, seja nas praias, na beira de trilhas, nas margens de rios e lagoas ou onde ser ver o lixo descartado irresponsavelmente.

Lixo plástico na praia Florianópolis
Foto: Kiko Bungus Ferreira

Como forma de promover essa conscientização em relação ao lixo, nós aqui de Coqueiros convocamos amigos interessados a contribuir em uma ação de limpeza da pequena praia do Parque de Coqueiros, como forma de mostrar o tipo de lixo que encontramos no local, a quantidade e formas de diminuir o problema.

Praia Lixo
Foto: Kiko Bungus Ferreira

O pequeno mutirão será no próximo domingo, dia 12/10, a partir das 9h, com concentração no monumento da âncora.

Traga um saco de lixo e, se possível, luxas de borracha, e vamos ajudar!

 

rodrigo-kiko-bungus-ferreira
* Rodrigo Kiko Bungus Ferreira é manezinho nascido na Carlos Corrêa em 1968, morador da Rua Bento Góia em Coqueiros, Florianópolis, no tempo que o bairro tinha muito mais ruas de chão do que pavimentadas, muito mais áreas verdes do que construídas e as águas das baías eram limpas. Biólogo formado em 98 na UFSC, surfista há 34 anos, fabricante de pranchas de surf há 26 anos, viajante desde 94, ambientalista, fotógrafo e empresário do ramo da gastronomia. Luto por tudo que amo, e tenho a total certeza de que a educação, a conscientização e os bons exemplos são os melhores caminhos pra fazer um mundo melhor pra todos.

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina.