Como é bom viver em Coqueiros

Por Beatriz Kauduinski Cardoso *

 

Via Gastronomica Coqueiros Florianopolis
Foto: Viva Coqueiros

 

Nossa vida aqui em Coqueiros, bairro de Florianópolis, é boa e peculiar. Apesar de já sofrermos com os problemas urbanos modernos é agradável morar aqui, pois temos situações semelhantes ao que ainda se vive nas cidades pequenas.

Temos alguns resquícios do passado ou de nossa vida no interior, que fazem nosso dia-a-dia ser mais prazeroso, trazendo de volta coisas boas que tínhamos em nossa infância e juventude.

Por aqui vamos ao supermercado, encontramos o vizinho, falamos do alto preço da carne, do cardápio do novo restaurante, trocamos receitas para o almoço.

Vamos à padaria comprar o café da tarde e o padeiro já sabe qual o nosso pedido. Na banca de revista, ainda tiramos nosso xerox, damos uma espiadinha no jornal impresso e encontramos outro vizinho que nos convida para o bingo no Salão Paroquial ou para a próxima festa no parque.

À noite frequentamos o boteco da esquina onde ficamos sabemos das notícias do bairro, falamos dos moradores ilustres, de política, economia, da pesca e da qualidade do peixe no mercado.

Aos sábados e domingos frequentamos a Igreja, auxiliamos o padre e o coral e encontramos muitos outros vizinhos. Nossos filhos ainda frequentam a catequese, fazem a primeira comunhão e frequentam grupos de jovens.

Diariamente, levamos nossos bichinhos de estimação para passear e cumprimentamos os cães de outros moradores pelo nome: o Skol, o Zig e o Zag, o Bacco e o Balli e a mãe Shih Tzu com seus quatro filhotes adoráveis e super obedientes.

Foto: Hilton Antonio Geviéski

 

Aqui, vamos para a rua e lutamos por melhores condições de vida, pela preservação da natureza, por nossa praia e por nossas árvores! Estamos unidos quando se trata de defender aquilo que acreditamos!

 

Passeata Parque de Coqueiros
Foto: Viva Coqueiros

Morar aqui é super maneiro porque somos parte de um bairro cidadão, vivo, cheio de gente bacana!

Coqueiros é o nosso lindo!

Boa semana Coqueirenses!

 

Beatriz Kauduinski Cardoso

* Beatriz Kauduinski Cardoso, graduada em Ciências Contábeis pela UFSC, especialista em finanças pela FEPESE/UFSC, especialista em Gestão Urbana e Habitacional pela ÚNICA/ESAG, Mestre em Engenharia Civil pela UFSC na área de Gestão Urbana. Colaboradora da Caixa Econômica Federal desde 1989, com atuação na área de desenvolvimento urbano, especialmente em habitação. Vereadora suplente em Florianópolis, liderança comunitária do Continente e secretária da Associação de Moradores de Coqueiros. Escolheu Florianópolis para morar há 28 anos, casada, mãe de 2 filhas. Morou por 3 anos em Coqueiros no início dos anos 90 e há 10 anos voltou de  vez!  Acredita nas pessoas, que cada um tem algo para contribuir com o bem de todos. Acredita na força do gesto, da iniciativa, da doação sem interesse particular. Acredita num mundo melhor! Não desiste nunca!

Curta a página do Viva Coqueiros no Facebook

Viva Coqueiros!

Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Siga o blog do Viva Coqueiros e receba, em primeira mão, as matérias publicadas aqui. 

 

 

5 comentários em “Como é bom viver em Coqueiros

  1. Excelente Bea! Te admiro como sempre, guerreira, lutadora, idealista e agora escritora…Precisa mais!?? Parabéns pela ótima descrição de nosso querido bairro, que apesar de tantos problemas ainda é “nosso lar” aquele que, a 13 anos também escolhi para viver! Grande abraço

  2. Beatriz, isso que você tão bem descreve lembra minha vida no Rio, os bairros tradicionais do Rio são exatamente assim! Já a Barra da Tijuca lembra uma parte de Florianopolis, pois não se anda a pé, tudo foi planejado para carros e avenidas. Não preciso dizer que a Barra apesar das lindas praias, não me encanta. Em Coqueiros fazemos parte de nossa vida a pé pelo bairro, mas o principal é que aqui NOS APROPRIAMOS DO ESPAÇO PÚBLICO (como no Rio, Beunos Aires, Paris). Isso é o que torna uma cidade HUMANA! Continuemos ocupando as calçadas, o parque, a beira mar e Coqueiros será sempre um bairro humano!!!! Depoimento de uma carioca que escolheu Floripa pra viver e Coqueiros pra morar. Um beijo!

  3. Muito bom Beatriz, lembrar de todos sem citar nomes a não ser dos cães. kkkkk, muito inteligente de sua parte, como não poderia deixar de ser. Muito obrigado por lembrar da Igreja tão esquecida nos dias de hoje. A esse Coqueiros que amamos tanto.

    1. Ah Rosa, teriamos ainda muitos outros caes para citar rsrsrs. Claro que nao podemos esquecer da Igreja, ela é parte de nosso cotidiano.

Deixe uma resposta