Cacarecos, desapego e cidadania

Por Beatriz Kauduinski Cardoso *

A Feira do Cacareco é uma marca registrada do pessoal da Praia do Campeche, que compartilhou a idéia com os moradores de Coqueiros possibilitando a realização da 1ª. Feira de Cacareco do Bairro de Coqueiros, em Florianópolis.

A proposta é reciclar ao invés de jogar no lixo, economizar os recursos da natureza e incentivar o desapego, por meio de um encontro da comunidade, onde as pessoas trocam objetos que não querem mais para si, mas que pode se útil para outro.

A Associação de Moradores de Coqueiros – Pró-Coqueiros customizou a proposta e recolheu doações que foram comercializadas a preços módicos para angariar fundos para as atividades da associação e para a reforma do prédio da antiga CASAN, onde será o Centro Cultural de Coqueiros.

Feira do Cacareco Coqueiros Florianopolis

A atividade foi inserida dentro da programação de encerramento da Semana Lixo Zero, que contou com diversas apresentações durante todo o dia, organizadas em conjunto pela FLORAM, Instituto Lixo Zero e Pró-Coqueiros, no Parque de Coqueiros.

A feira foi um sucesso e restaram muitas histórias para contar!

Com muito desapego, cidadania e solidariedade, alguns moradores juntaram e entregaram objetos à noite, depois que chegaram cansados do trabalho; uma vizinha embalou caprichosamente as doações; artistas doaram seus quadros; crianças levaram seus brinquedos; amigo de outro bairro doou sua valiosa coleção de livros, que depois foi adquirida por um professor; um morador ficou com coração partido, mas se desfez de sua coleção de discos de vinil guardada por anos!

Feira Cacarecos desapego cidadania Coqueiros Florianopolis

E teve aquela senhora com seu filho, que chegou durante a feira e doou muitas roupas que foram rapidamente adquiridas e um vizinho que adquiriu todo o traje para um baile a fantasia por uma pechincha!

Todos foram solidários e participaram de várias formas e com o quanto podiam.

Um morador fez uma oferta de R$ 50,00 por um item que valia R$10,00, levou suas máquinas fotográficas para vender e gastou todos os recursos obtidos na própria feira. Um outro esperou o preço da calça jeans baixar no final da feira e a comprou por R$ 3,00 e uma moça pediu para pagar R$ 1,75 por uma peça de roupa que custava R$ 2,00, pois era o que tinha.

Feira Cacarecos desapego cidadania Coqueiros Florianópolis

Tinha de tudo e interessados para tudo! Desde os discos de vinil que foram um sucesso já no começo da feira; os livros que encantaram a muitos, especialmente as crianças; CDs e DVDs; os bibelôs, bijouterias e louças que fizeram o sucesso com a mulherada; itens de informática; bolas de tênis; prancha de surf; chapéus e bolsas; calçados e roupas.

Enquanto isto, aconteciam diversas apresentações relacionadas à educação ambiental no canteiro central do parque, como a performance da “Recicleide” e a apresentação musical dos “Bio-agradáveis”. E ainda, nosso colega Kiko e sua turma faziam a limpeza da prainha!

O presidente da Associação Pró-Coqueiros, Sr. James Lobo, considerou que, além de tudo, foi também uma oportunidade de conhecer moradores com os quais se tinha contato somente virtualmente e  estreitar o relacionamento com a comunidade.

Feira Cacareco Coqueiros Florianópolis

 

Ao final da feira os itens restantes foram entregues a uma instituição de caridade e os livros doados para o projeto de livros nos terminais de ônibus.

E assim transcorreu o domingo no Parque de Coqueiros.

Obrigada Coqueirenses. Vocês continuam surpreendendo a cada dia!

Boa semana a todos!

 


Beatriz Kauduinski Cardoso

* Beatriz Kauduinski Cardoso, graduada em Ciências Contábeis pela UFSC, especialista em finanças pela FEPESE/UFSC, especialista em Gestão Urbana e Habitacional pela ÚNICA/ESAG, Mestre em Engenharia Civil pela UFSC na área de Gestão Urbana. Colaboradora da Caixa Econômica Federal desde 1989, com atuação na área de desenvolvimento urbano, especialmente em habitação. Vereadora suplente em Florianópolis, liderança comunitária do Continente e secretária da Associação de Moradores de Coqueiros. Escolheu Florianópolis para morar há 28 anos, casada, mãe de 2 filhas. Morou por 3 anos em Coqueiros no início dos anos 90 e há 10 anos voltou de  vez!  Acredita nas pessoas, que cada um tem algo para contribuir com o bem de todos. Acredita na força do gesto, da iniciativa, da doação sem interesse particular. Acredita num mundo melhor! Não desiste nunca!

 

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina.

5 comentários em “Cacarecos, desapego e cidadania

    1. Ola Leonice. Que ótimo! Estamos programando para o proximo ano. Avisaremos nas redes sociais e aqui no blog. Muitas pessoas pediram mesmo! abraços e obrigada por seu comentário.

  1. Eline, pedirei para o Renato te entregar ai no condomínio. Obrigada por sua colaboração!

  2. Que belo exemplo de cidadania. Feliz por ter dado tudo certo!!!
    Quero comprar uma camiseta, me diz onde posso adquirir.
    Obrigado pela tua força de fazer acontecer. Beijos

Deixe uma resposta