Recuo para estacionamento em terreno da Bento Góia desafogará o trânsito

Pessoal, hoje passamos pela rua Bento Góia, umas das mais movimentadas de Coqueiros, aqui em Florianópolis, devido às Escolas, e encontramos uma obra, em frente ao terreno da Escola Praia do Riso.

Terreno Estacionamento Praia do Riso
Foto Viva Coqueiros

Buscamos informações, e o objetivo da obra, que faz parte do projeto de recuo do terreno da Escola Praia do Riso, é o de transformar parte de sua extensão em estacionamento para que os carros responsáveis por deixar e buscar as crianças não sejam forçados a esperar na rua, afogando o trânsito no local.

Terreno Estacionamento Praia do Riso Coqueiros
Foto Viva Coqueiros

Também haverá espaço para pessoas portadoras de deficiência, conforme a Lei 10.098/00 Art. 7o.

Em todas as áreas de estacionamento de veículos, localizadas em vias ou em espaços públicos, deverão ser reservadas vagas próximas dos acessos de circulação de pedestres, devidamente sinalizadas, para veículos que transportem pessoas portadoras de deficiência com dificuldade de locomoção.

Com certeza, para quem trafega pela Bento Góia, nos horários de entrada e de saída das aulas, o pequeno recuo para os carros é uma boa medida, já que não utilizarão a própria rua para esperar as crianças.

Ah, não se preocupem! A segunda pergunta que fizemos foi – vão cortar alguma árvore? E a resposta foi: – não.

Então, está tudo certo!

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina.

 

3 comentários em “Recuo para estacionamento em terreno da Bento Góia desafogará o trânsito

  1. Parabéns a Esccola Praia do Riso pela providência. Uma outra medida boa para a rua seria o alargamento de um dos lados da calçada para permitir mais conforto aos pedestres. Nao faria falta para os carros que poderiam ter o espaço da caixa de via reduzido sem afetar o transito. Imaginem um larga calçada para as crianças que caminham por ali!

  2. O problema não é só da escola da Praia do Riso…começa na escola estadual na esquina…e sempre terá alguém em fila dupla…param até no portão da garagem da minha casa, em frente à praia…é mais uma questão de educação do que de trânsito…

Deixe uma resposta