Tratamento de esgoto em Florianópolis é meta da Prefeitura

Fui em uma reunião administrativa convocada pelo prefeito Gean Loureiro pro lançamento do que é considerado o maior plano de ações e investimento em saneamento da história da cidade e do estado. Coqueiros poderá ganhar seu mar despoluído de volta.

Há dez anos Santa Catarina figurava na penúltima colocação no ranking de saneamento básico no país. Atualmente ocupamos o 17º lugar, e com os investimentos da ordem de R$ 350 milhões em Florianópolis e de 2 Bilhões de Reais no estado a meta é atingir o 4º lugar em saneamento até o fim de 2018.

O projeto é ambicioso e já estamos acostumados com promessas fantasiosas que não se tornaram realidade, principalmente em se tratando de promessas políticas e da CASAN, por isso ainda paira certo grau de desconfiança, mas o fato é que foram assinados convênios, ordens de serviços, contratos e demais ações que levam a concretização de obras e se essas obras não ficarem prontas rigorosamente de acordo com o estipulado será mais um imenso tiro no pé.

Mar não é esgoto – manifestação contra a poluição do mar da região

O que foi apresentado foi empolgante, com ações e metas que darão solução definitiva pro problema de esgotamento sanitário e tratamento em todas as regiões da cidade que tem deficiência e depois que iniciarem as operações aproximadamente 75% da cidade estará com cobertura e tratamento de esgoto, levando Florianópolis pra outro patamar.

Tudo isso que agora se torna concreto é fruto de anos e anos de luta incansável das comunidades na batalha contra a inércia e inoperância da CASAN e falta de vontade política dos administradores públicos em cobrarem ação em saneamento, resultando num processo de decomposição da qualidade da água do mar e dos rios, culminando com o problemas de balneabilidade das praias e afetando diretamente o turismo.

Comunidade participa do Mar não é esgoto no Parque de Coqueiros

Finalmente o assunto saneamento básico entrou na pauta política e administrativa e agora cabe aos cidadãos e comunidades unidas manterem o foco e vigilância nas ações, para que os prazos sejam cumpridos e o serviço seja realizado dentro de padrões de excelência. A partir daí sim teremos um horizonte onde se poderá vislumbrar melhorias substanciais na qualidade das águas que nos cercam.

Parabéns à sociedade que cobra e aos políticos que sabem ouvir.


Por Rodrigo Kiko Bungos Ferreira, Presidente da Associação dos Moradores de Coqueiros


Curta a página do Viva Coqueiros no Facebook

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina

Siga o blog do Viva Coqueiros e receba, em primeira mão, as matérias publicadas aqui.

Deixe uma resposta