Violência e falta de segurança em Coqueiros

Coqueiros é o bairro de Florianópolis, exuberante em sua natureza e com moradores engajados e que lutam pelo melhor para o seu cantinho, onde vivem. Mas não é sobre o que já é sabido que iremos escrever hoje. Continue lendo “Violência e falta de segurança em Coqueiros”

Calçada inglória no Bom Abrigo

Avenida Plácido de Castro, no Bom Abrigo
Avenida Plácido de Castro, no Bom Abrigo

As calçadas são caracterizadas como caminhos de uso público, que tem como objetivo o de oferecer passagem segura aos pedestres, sem que se corram riscos quanto à obstáculos que possam levar à quedas.

O proprietário que cuida de sua calçada, como se fosse a entrada de sua casa, demonstra respeito a todos os que nela passam, e preocupação quanto à segurança.

A responsabilidade da manutenção de calçadas é do proprietário, que deve zelar pela segurança de todos, assim como pela estética de tornar o ambiente mais limpo e agradável à cidade, e, também, da Prefeitura.

Muitos casos de abandono da calçada foram relatados em uma pesquisa realizada pelo portal Mobilize Brasil, que pesquisou 126 pontos urbanos, totalizando 228 ruas e avenidas em 39 cidades de todas as regiões do país. A nota média dos 228 locais ficou em 3,55. O resultado foi considerado muito baixo pois a nota mínima para uma calçada com qualidade é 8.

A pesquisa revelou a insatisfação generalizada dos moradores de Florianópolis, que teve uma das notas mais baixas, em relação a outras cidades brasileiras. A média nacional foi de 3,55 e Florianópolis com a baixíssima média de 1,5.

O que é avaliado em uma calçada?

> Largura mínima de 1,20 m, conforme norma ABNT
> Degraus que dificultam a circulação
> Outros obstáculos, como postes, telefones públicos, lixeiras, bancas de ambulantes e de jornais e entulhos
> Existência de rampas de acessibilidade
> Iluminação adequada da calçada
> Sinalização para pedestres
> Paisagismo para proteção e conforto

As calçadas de Coqueiros não fogem à regra do abandono: falta conservação, manutenção e cuidados quanto ao paisagismo e acessibilidade. A necessidade de conscientização por parte dos proprietários e da Prefeitura faz com que quem transita pelo bairro sofra com a falta de cuidados, levando à quedas.

Caso você encontre problemas em transitar em uma de nossas calçadas, envie uma foto e um relato, identificando também a localização. Quem sabe, nossa comunidade comece a pensar no próximo, oferecendo calçadas bem cuidadas, como forma de respeito aos transeuntes.

Viva Coqueiros!

Florianópolis.

Parque de Coqueiros: lago seco e peixes cozidos

Quem passa pelo Parque de Coqueiros, e contempla sua natureza, pode notar a questão de calamidade com que se encontra o lago do Parque. Peixes agonizam com falta de água e de oxigenação na quantidade que restou.

Olhando o lago, de perto, dá para notar que os peixes que estão de um lado não podem mais passar para o outro, de tão rente que está a água com a terra.

peixes_lago_parque_coqueiros

Uma moradora diz que alimenta todas as manhãs os peixes, mas que agora eles não querem mais nem comer. Acho que eles estão morrendo, por falta de oxigênio, pois não querem mais comer. Também, outro frequentador disse que Com as temperaturas elevadas, durante dias, o que restou da água deve estar muito quente, o que faz os peixes se debaterem e pularem para fora do lago.

Na semana passada, conversamos sobre esta questão com a administração do Parque, que informou que a bomba estava quebrada já há dois dias. Passados mais de 5 dias, ainda tínhamos a esperança de chegar ao Parque e ver a bomba em atividade.

lago_parque_coqueiros_1

Todos os anos esta questão volta a tona. Na gestão passada, a Secretaria do Continente havia adquirido uma nova bomba, pois a antiga quebrava a todo momento. Agora, esta nova bomba (que tem já 2 anos) também está quebrada.

O que tem que ser revista é a manutenção do aparelho ou, também, a maneira como é guardado. Esta bomba requer limpeza após a sua utilização, pois entra muita areia da praia, que vem junto com a água do mar.

Um dos funcionários informou que conseguiu um cano com maior extensão, para puxar a água do fundo do mar, e que não tem a necessidade de aguardar pela chuva para a maré ficar cheia. Para isso, basta a bomba funcionar.

lago_parque_coqueiros_2

Será que há a manutenção e a limpeza adequada?

Estas questões devem ser revistas pela Secretaria do Continente que deve ter um olhar bem mais atento ao único Parque que tem na cidade, com um volume grande de tráfego de pessoas por dia.

Esta é a página da Secretaria Municipal do Continente no Facebook.

Viva Coqueiros!

Florianópolis, Santa Catarina.

Calçada Inglória na rua Marques de Carvalho

Da série, “Imagens fortes: tirem as crianças de perto, isso é muito feio de se ver”, apresentamos, na categoria “Salve Coqueiros”, a “Calçada Inglória” da rua Marques de Carvalho.

Fomos marcados pela Ana Paula Nucci Montanher, que foi lá e clicou! Valeu, Ana Paula!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rua localizada em Coqueiros.

Comente aqui no blog.

Quer publicar sua calçada inglória? Publique no seu perfil do Facebook e marque Coqueiros Floripa.

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina.

Parque de Coqueiros: por um triz

Parque de Coqueiros: por um triz

As noites fervem no Parque de Coqueiros, em Coqueiros, Florianópolis. Com as temperaturas elevadas do verão, muitos frequentadores de temporada aproveitam para curtir a natureza, encontrar amigos e malhar. Desta forma, temos um aumento elevado do número de pessoas e, consequentemente, de carros.

O Parque de Coqueiros possui uma entrada e duas saídas: uma saída é localizada ao lado da entrada; a outra, no final do Parque, em direção à Ponte. O problema que constatamos é que estava muito difícil de estacionar. Não somente pelo número de veículos, causando dificuldade para encontrar uma vaga, mas porque todos os veículos que entravam, eram obrigados a sair por uma só saída – a que se localiza ao lado da entrada.

Mas por que isso estava acontecendo?

Durante todo o mês de janeiro, uma das saídas estava fechada com uma corrente e cadeado. Veja imagem abaixo.

transito_parque_coqueiros_3

Com a impossibilidade de saírem, os motoristas tinham que dar a volta e percorrer todo o Parque novamente, para alcançar a saída que estava aberta, no início da Parque.

O maior problema

Quando chegavam próximo à saída que estava aberta, os motoristas encontravam o maior problema: passar pelos carros que estavam estacionados nos dois lados do acesso, e enfrentar os carros que estavam chegando. Veja na imagem abaixo os carros procurando sair e outro tentando entrar no Parque, passando pelo meio dos carros estacionados dos dois lados.

transito_parque_coqueiros_1

Confusão e risco de batidas

Antes de chegar na saída aberta, os motoristas passam por um verdadeiro teste: não bater, por um triz, nos carros que estão estacionados.

Trânsito Parque de Coqueiros

Resultado

Solicitamos a abertura da saída. As 21h, abriram o cadeado e retiraram a corrente. Caso você encontre a saída fechada novamente, basta informar a administração.

Uma ação que pode ser tomada

  • proibição de carros estacionados dos dois lados

Trânsito Parque de Coqueiros

Por vezes, uma atitude nossa pode mudar para melhor a qualidade de vida de todos. Pense nisso e Viva Coqueiros! Por inteiro.

Coqueiros precisa de um xerife

A coluna do Cacau Menezes, deste domingo, levantou uma questão importante para os moradores e apaixonados pelo bairro Coqueiros, em Florianópolis.

Em Sinal de atraso, Cacau critica alguns problemas que Coqueiros enfrenta diariamente, como falta de sinalização no trânsito.

Diário Catarinense, 26/01/2014

Diário Catarinense, 26/01/2014

Os moradores sabem que os problemas são diversos, e que as atitudes para solucioná-los são lentas, apesar de serem colocadas e cobradas nas Redes Sociais, e outros meios de comunicação.

O Viva Coqueiros! publicou, recentemente, um dos problemas que demorou mais de um mês para ser solucionado. Um imenso buraco,  na esquina das duas maiores avenidas do bairro.

buraco_florianopolis_coqueiros

Nas redes sociais e em encontros informais com os moradores, a reclamação por falta de um cuidado maior e de melhor qualidade dos governantes se torna diária: falta de lixeiras, calçadas esburacadas e perigosas, falta de segurança, medidas para evitar construções acima do permitido pelo Plano Diretor, falta de sinalização, mobilidade, descaso com o Parque de Coqueiros, falta de manutenção no Bom Abrigo, e demais preocupações que todos tem.

Cuidar de Coqueiros, um bairro tradicional e muito frequentado por moradores e turistas, é uma obrigação, um dever que todas as pessoas tem. Mas, também, muitas ações dependem dos governantes. Se todos investirem juntos, teremos uma maior e melhor qualidade de vida.

Então, você concorda com  a questão que foi levantada por Cacau? Coqueiros precisa de um xerife?

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Veja o rombo

Florianópolis, Santa Catarina.

Polícia Ambiental faz vistoria no Via Expressa Center

coqueiros_floripa_via_expressa_center

 

Foto e comentário gentilmente cedidos por Carolina Sena

A Polícia Ambiental fez a vistoria para analisar a situação do Via Expressa Center, na Avenida Tamandaré, em Coqueiros, Florianópolis, hoje pela manhã.

A construção, que gerou uma polêmica entre os moradores de Coqueiros, está legalizada quanto a documentação e, também, quanto à questão ambiental, declarou para nós o Mestre de Obras, Valdeir.

Alguns moradores não acreditavam que aquele terreno era de propriedade particular, e exigiram que fosse construída uma praça. Outros ficaram satisfeitos com a construção, pois irá trazer mais segurança.

via_expressa_center_floripa_coqueiros

Essas e outras opiniões, você poderá ver aqui ou na nossa página no Facebook

Se quiser voltar ao passado, e ver como era a Avenida Tamandaré, local da construção, veja aqui.

Dê a sua opinião aqui neste post. E Viva Coqueiros! Por inteiro.

 

Doença no Parque?

Na quinta-feira, dia 09 de janeiro, foi publicada a seguinte matéria em um jornal de Santa Catarina. caes_parque_coqueiros_florianopolisO conteúdo foi compartilhado por diversas pessoas nas redes sociais, o que nos fez buscar mais informações sobre este caso. Durante uma semana, estivemos no Parque de Coqueiros, perguntando para os donos de cães sobre esse caso, e se conheciam algum pet que havia contraído as doenças citadas. A resposta foi que ninguém sabia de um caso de cinomose ou parvovirose no Parque de Coqueiros, em Florianópolis. Por isso estamos publicando aqui esta questão. Se alguém souber de algum caso, por favor, comente aqui. florianopolis_parque_pets_coqueiros Nota: a matéria esqueceu de indicar que, para cães vacinados, não há perigo de contrair as doenças.

Nota2: a matéria indica “Grande Florianópolis”, mas só escreve sobre o Parque de Coqueiros. Somos “Grande Florianópolis“?

Então, amigos, o melhor é continuar com as vacinas em dia. Bom Parque a todos!  🙂

Viva Coqueiros!

Florianópolis, Santa Catarina. 

Era um canteiro? Seria uma praça? Não, é um terreno privado!

Na quarta-feira, dia 08 de janeiro, fomos chamados por um morador que fazia a seguinte pergunta: o que será construído no final da Avenida Almirante Tamandaré (em Coqueiros, Florianópolis)?

Não sabíamos. Então, fomos até lá.

Chegando ao local, os tapumes indicavam que era aquele o terreno que foi citado pelo morador. Mas, a grande surpresa que tivemos é que o terreno estava exatamente no meio, cortando a Avenida.

Enviamos a seguinte foto do terreno ao nosso perfil do Facebook, com o seguinte comentário:

Florianopolis Coqueiros

“Início das obras de um prédio comercial, no final da Avenida Tamandaré.  Nota: não sabíamos que o canteiro central da avenida era, na verdade, um terreno.Vivendo e aprendendo em Coqueiros. :)”

Enfim, descobrimos que o canteiro central, que estava sendo solicitado para ser uma praça era, na realidade, um terreno particular, onde será erguido um prédio comercial.

A comunidade, Coqueirenses de morada ou de coração, comentou sobre a informação no nosso perfil.

apume_tamandare_florianopolis

Veja como era o local onde será construído o prédio comercial. Foto de  1947. A Avenida Tamandaré era a Rua da Represa, pois passava um rio por ali. Veja aqui

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.