De Coqueiros à Ilha de Floripa Zininho conta sua história

Poeta Zininho dirige seu jipe de Coqueiros à Ilha de Florianópolis

Vídeo da década de 70, em que o poeta Cláudio Alvim Barbosa, o Zininho, compositor de Rancho de Amor à Ilha, o  hino de Florianópolis, dirige seu jipe pelas ruas da cidade. O vídeo inicia no Abraão, no Edifício Poeta Zininho, logo ao lado da Padaria Lisboa e da Mercearia Ori.

Em seguida, pelo caminho, passa pela orla das Bruxas de Itaguaçu, seguindo por Coqueiros em direção à Ponte e ao Centro.

A história do poeta Zininho

Enquanto dirige seu jipe, Zininho narra a sua história, desde sua infância.

Além de ser um artistas com muitas histórias, muitas delas escritas em forma de poesia, conseguimos um pouco mais de sua trajetória de vida e de artistas.

Cláudio Alvim Barbosa, o Zininho.

Nasceu em Biguaçu/SC, em 8 de maio de 1929 e faleceu em 05 de setembro de 1998. Inicialmente seria chamado Horzino, mas seu pai o registrou com o nome de Cláudio; por isso, o apelido Zininho, como ficou conhecido. Foi poeta, músico, radialista, motorista de táxi, carnavalesco e boêmio. Desde cedo mostrou seu talento musical. Aos oito anos fez sua estreia com sucesso, cantando músicas caipiras no Teatro da UBRO durante apresentação do Conjunto Demônios do Ritmo, de Waldir Brazil..

 

Aos 10, preferia ouvir rádio a brincar com os colegas. Aos 13, apaixonou-se e descobriu-se poeta, inspirado por paixões e seu amor por Ivete Vieira, mais tarde sua esposa e mãe de seus 4 filhos: Sandra, Jairo, Rose e Cláudia. Em 1947 estreou na Rádio Guarujá com o programa “Gentleman do Samba”, cantando sambas da época. Foi operador de sonoplastia e ponta nas novelas. Proprietário e motorista de táxi, adorava transportar os artistas contratados para shows. Em 1950 produziu na rádio Diário da Manhã diversos programas musicais, entre eles o Bar da Noite, que tinha como crooner a cantora Neide Mariarrosa que viria a ser a grande intérprete de suas canções.

A maioria de suas composições nasceram em mesa de bar, rodeado de amigos. Também criou vários jingles para programas de rádio e casas comerciais. Sua criação mais famosa, o “Rancho de Amor a Ilha”, criado em 1965 foi oficializado como Hino de Florianópolis, em 1968 – Fonte Cláudia Barbosa


Curta a página do Viva Coqueiros no Facebook

Viva Coqueiros! Por inteiro.

Florianópolis, Santa Catarina.

Siga o blog do Viva Coqueiros e receba, em primeira mão, as matérias publicadas aqui. 

 

 

Natação infantil gratuita na Udesc de Coqueiros

Foto divulgação Udesc Cefid Coqueiros

Minicurso gratuito de natação infantil em Coqueiros

O Cefid (Centro de Ciências da Saúde e do Esporte) da Udesc do bairro Coqueiros em Florianópolis abre vagas gratuitas para o minicurso de natação infantil. Continue lendo “Natação infantil gratuita na Udesc de Coqueiros”

Núcleo Educação Infantil Municipal Coqueiros vence gincana do ReÓleo

Professora Tagma, Luiz Falcão, da ACIF e Mascote

O Núcleo de Educação Infantil Municipal de Coqueiros venceu a gincana do programa Reóleo, organizada pela Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, ACIF.

O NEI de Coqueiros arrecadou 3.170 litros de óleo usado de cozinha, conquistando o primeiro lugar e recebendo, como prêmio, um notebook e um data show.  Continue lendo “Núcleo Educação Infantil Municipal Coqueiros vence gincana do ReÓleo”

Novo Basquete Floripa realiza evento em Coqueiros

No próximo sábado, dia 23 de setembro, terá início o torneio NBF – Novo Basquete Floripa, um evento esportivo, artístico e cultural.
Serão 7 rodadas de 23/09 até 9/12, sempre aos sábados, das 13h às 20h, no Clube Doze de Coqueiros. Continue lendo “Novo Basquete Floripa realiza evento em Coqueiros”

Iniciam os trabalhos de reparos na calçada da orla do Bom Abrigo

Numa ação conjunta entre a AMABA, o Bar Água na Boca, o Restaurante Yukusue, a Secretaria do Continente e alguns moradores doadores, a partir de segunda feira – dia 28, serão iniciados os trabalhos de reparo na calçada da Praia do Bom Abrigo. A Calçada, feita de pedras portuguesas (petit pavet), estava há muito tempo danificada e necessitando de reparos.  Continue lendo “Iniciam os trabalhos de reparos na calçada da orla do Bom Abrigo”

Arraiá da Praia do Bom Abrigo

A festa Junina (Julina) da Praia do Bom Abrigo, na região de Coqueiros, em Florianópolis está com tudo pronto para receber a comunidade.

O convite é da Amaba, a Associação dos Moradores e Amigos do Bom Abrigo. Continue lendo “Arraiá da Praia do Bom Abrigo”

Parque de Coqueiros recebe evento para o Dia do Cooperativismo

O Parque de Coqueiros recebe, neste sábado (1º), o evento Dia C – Dia de Cooperar, das 9h às 16h, com serviços de saúde, educação, lazer, cultura, cidadania e sustentabilidade.

Programação

• Vacinação contra a gripe.
• Aferição de pressão arterial. Continue lendo “Parque de Coqueiros recebe evento para o Dia do Cooperativismo”

Cartão postal antigo da Praia da Saudade em Coqueiros 1957

Este é um dos belos recantos de Florianópolis, que é a nossa querida Praia da Saudades. Eu moro no fim onde tem aquelas casinhas só que na parte de cima. Aceite este como prova de minha sincera amizade. Vilza. Florianópolis, 23/10/57.

Continue lendo “Cartão postal antigo da Praia da Saudade em Coqueiros 1957”

Cursos gratuitos de qualificação profissional tem inscrições abertas

O Instituto Federal de Santa Catarina, IFSC, está com inscrições abertas para cursos gratuitos de qualificação profissional.

As inscrições podem ser realizadas no IFSC do câmpus Continente, localizado no bairro Coqueiros, em Florianópolis, até o dia 20/06. Continue lendo “Cursos gratuitos de qualificação profissional tem inscrições abertas”

Das coisas simples da vida no bairro Coqueiros

O Viva Coqueiros tem a satisfação de publicar o relato emocionante do Caio Nascimento, empresário e morador do bairro. Mais do que um bairro, Coqueiros é motivo de paixão, de união, de celebração e da sublime magia que explode em emoção nos pequenos detalhes da vida que rola por aqui.

Com vocês, o relato que recebemos do Caio.

“Sempre achei piegas observações do tipo “a beleza está nas pequenas coisas”, mas ontem tive um ótimo exemplo de que isto é a mais pura verdade. Eu e mais alguns amigos estávamos reunidos num dos ranchos de pescadores do Abraão, na região de Coqueiros, em Florianópolis, comemorando um aniversário. A cerveja artesanal era da melhor qualidade, a feijoada borbulhava e exalava o afrodisíaco cheiro dos defumados e o Barão Vermelho animava o ambiente. Infelizmente através do rádio, é claro.

Continue lendo “Das coisas simples da vida no bairro Coqueiros”